Füssen

Füssen é uma pequena e simpática cidade que fica no estado da Baviera (ou Bavaria). Faz parte da “Romantic Road, uma rota de comércio usada durante a Idade Média, que ainda mantém muito do seu caráter medieval. O caminho muitas vezes atravessa campos esquecidos, que ligam cidades fortificadas e aldeias pitorescas.”

Um dos principais cartões postais da Alemanha é o castelo de Neuschwanstein. Ao ver as fotos deste castelo, coloquei Füssen no meu roteiro imediatamente. Posso afirmar que foi um dos lugares mais bonitos que já fui.

Castelo de Neuschwanstein

Ao planejar a viagem, minha idéia era ficar em Munique e pegar um dia para ir até Füsssen e voltar. Isto não foi possível por causa da Oktoberfest. Eu fiz todas as reservas de hotéis em fevereiro (para chegar lá em setembro!), mesmo assim já não havia quase nenhum hotel disponível em Munique. Os que sobraram eram muito distantes do centro e caros. Por causa disto, reservei um hotel em Füssen e passei um dia em Munique. E não me arrependo.

De Veneza a Füssen

Para ir de Veneza até Füssen, tive que pegar um trem da DB Bahn até Munique. Foi a minha primeira viagem longa de trem: 10 horas dentro do CNL (City Night Line), em uma cabine que cabem 6 pessoas: 3 pessoas de um lado de frente com 3 do outro lado.

Estava muito calor e este trem não tinha ar condicionado. Eu não podia esticar as pernas porque chutaria a pessoa que estava na minha frente. Foi uma viagem bem desconfortável. Eu andei pelo trem inteiro quase e percebi que existem vários tipos de assentos, desde cabines até quartos de primeira classe. Se houver a opção de você não pegar uma cabine, não pense duas vezes!

Chegando em Munique, fui até a máquina de autoatendimento e comprei a passagem para Füssen. A passagem foi impressa e estava tudo em alemão. Para minha surpresa, pedi informação a uma funcionária da estação e ela não falava inglês. Na minha cabeça todo mundo falava inglês na Alemanha, mas com esta e outras situações percebi que não é bem assim.

Encontrei um posto de informação turística e a mulher me atendeu muito bem, só que ao contrário. Eu perguntei em qual plataforma parava o trem para Füssen e ela me respondeu “yes, this is your ticket”. Eu perguntei de novo, ela imprimiu outro papel com várias informações em alemão e não me disse uma palavra. Agradeci e sai perdida, nervosa com aquela mulher.

Em seguida, um homem com roupa de fiscal de trem deve ter percebido minha cara de poucos amigos e perguntou em inglês se eu precisava de ajuda. Mostrei a passagem e o papel que a mulher do posto de informação havia me dado, e ele me explicou direitinho como fazer para chegar em Füssen. Antes, algumas informações contidas nas passagens de trem:

  • “Hauptbahnhof ” ou “Hbf” significa estação central;
  • “Gleis” ou “Gl.” é o número da plataforma;
  • “Wagen” ou “Wg” é o número do vagão;
  • “Platz” ou “Pl.” é o número do seu assento;
  • “Gang” se refere ao assento do corredor
  • “Fenster” se refere ao assento da janela.
Para ir até Füssen a partir de München Hbf você pega um trem sentido Buchloe e ao chegar lá, simplesmente trocar para o trem da plataforma ao lado (sim, o trem estará lá!). A viagem dura aproximadamente uma hora e meia em um percurso belíssimo.

O Hotel

O Hotel Fantasia foi o melhor hotel que eu fiquei na viagem, e um dos mais baratos (há diárias a partir de €39,00). Saindo da estação de trem de Füssen, é só atravessar uma praça que fica ao lado direito que você estará no Hotel.

Os quartos são realmente do jeito que mostram as fotos do site e o café da manhã é maravilhoso. Os ônibus e táxis que levam ao castelo saem ao lado da estação de trem, e o centro da cidade é em frente. O único problema é que só havia uma funcionária que falava inglês, e ela só ficava lá à noite. De resto, tudo nota 10.

No site do Hotel Fantasia há um guia que fala mais sobre a Bavaria, os Castelos e a “Romantic Road”. A quem interessar, clique aqui para fazer download do guia em pdf.

Castelo Neuschwanstein

Para chegar à bilheteria do Castelo, você tem duas opções: pegar o ônibus que sai ao lado da estação de trem (custa €1,90) ou pegar um táxi que sai do mesmo lugar que o ônibus, no valor fechado de €10,00 a viagem.

Na bilheteria, você pode escolher visitar só o Castelo Neuschwanstein, só o Castelo Hohenschwangau ou os dois juntos. Clique aqui para ver o site oficial. Todas as visitas tem horário específico pois são guiadas.

Você deve se virar para ir da bilheteria até o Castelo Neuschwanstein. Existem 3 opções: ir a pé através de uma trilha, pegar um ônibus   que custa uns €2,00 ou ir de carroça. Não lembro exatamente o preço da carroça, mas se não me engano era €7,00 por pessoa.

Eu gostaria de ter feito a trilha mas estava muito frio e chovia forte. Por isso peguei o ônibus. No mapa abaixo há informações sobre as rotas para os dois castelos.

Diz a lenda que o Castelo Neuschwanstein foi inspiração para Walt Disney. Eu não duvido – o castelo é lindo por fora e por dentro, e a vista a partir do castelo é simplesmente sensacional. Você pode tirar lindas fotos do castelo de Marienbrücke, uma ponte no desfiladeiro do rio Pöllat.

Vista para o lago Alpsee e o Castelo Hohenschwangau

Vista para o lago Alpsee e o Castelo Hohenschwangau

Fora os castelos, não há muito mais o que fazer em Füssen. Há passeios para o lago Alpsee quando o tempo está bom.

Aproveite também os restaurantes do centro: são ótimos e não são caros.

Depois de descansar um pouco em Füssen e curtir um belo frio, tive que preparar meus pés para aproveitar meu único dia em Munique. Até o próximo post!

Advertisements